9 Comentários


  1. Muito bom John, o medo é realmente uma praga mesmo, ele entra em nós sem percebemos e quando damos conta ele está influenciando nossas ações.

    Abraço

    Responder

    1. Oi Jônatas!

      Com certeza… e se não dermos a devida atenção podemos ficar paralisados diante de situações que podem nos beneficiar muito.

      Abraços!

      Responder

  2. Olá John,

    Penso que de todas as características que não contribuem para o progresso, em todos os sentidos, o medo é a mais forte delas e se deixarmos tomar por esse sentimento, não saímos do lugar. Eu conheço muitos casos de pessoas que por terem medo não fazem nada para melhorar, porém preferem reclamar da situação ao invés de tomar alguma atitude e mudar o rumo dos acontecimentos.

    Grande abraço e sucesso sempre!

    Responder

    1. Oi Fábio!

      Os acredito que os "reclamões" são só medrosos tentando maquiar seus medos.

      Acredito também que se soubermos lhe dar com nossos medos, podemos e devemos usá-los como mola a nos impulsionar em direção aos nosso objetivos.

      Obrigado pela participação!

      Responder

  3. Olá John

    O medo é algo pode ser algo normal e saudável e pode ser algo ruim sendo neurótico.

    O medo normal ou saudável é aquele medo proporcional com a situação e não fora de controle. Sendo assim o medo saudável não precisa ser reprimido pois ele é realista com a situação e pode ser gerenciável. Além de ser útil e construtivo. Um exemplo é o aluno que está com medo de ser reprovado em um teste. Então ele é impulsionado ou melhor dizendo ele é motivado pelo medo a estudar para não ser reprovado. Ou seja ficar com medo é bom desde que não seja exagerado.

    Já o medo neurótico é desproporcional a situação tornando-se um problema e impedindo a pessoa de tomar qualquer atitude ou tomar atitudes errôneas. O medo neurótico pode ser também destrutivo deixando uma pessoa doente. Veja o exemplo do aluno que está com medo de ser reprovado que chega ao ponto de ficar doente e se ele está doente não pode estudar para não ser reprovado. O medo deixou o aluno improdutivo.

    Neste casos é sempre recomendada uma intervenção profissional através de um psicólogo para poder achar a fonte do desequilíbrio interno da pessoa e trazendo uma melhor qualidade de vida.

    Enfim espero ter contribuído com o artigo.

    Um grande abraço e Sucesso

    Responder

  4. Concordo amigo John! Eu mesmo ja tive muito medo de fazer alguma coisa relacionada ao meu negócio, e vi pessoas fazerem e se darem bem.. 😀 Agora eu foco no que quero e o medo fica de lado! Belas dicas amigo! Quem colocar em pratica pode aprender a superar esse terrível problema. Abração e sucesso 😀

    Responder

    1. Oi Eduardo!

      Descobri que antes de qualquer coisa devemos vencer os nossos medos, o restante fica mais fácil!

      Muito obrigado pela presença e participação amigo!

      Abraços!

      Responder
  5. 3 Coisas Importantes que William Shakespeare pode nos Ensinar sobre Negócios Online | Seu Dinheiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *